Ir direto para menu de acessibilidade.
Sergipe - Governo de Todos
Início do conteúdo da página

CGE participa do Seminário Dia Internacional Contra a Corrupção, no TCE/SE

Publicado: Quinta, 13 de Dezembro de 2018, 10h47 | Última atualização em Quinta, 13 de Dezembro de 2018, 16h03

A Controladoria-Geral do Estado prestigiou, nesta quarta-feira, 12, o Seminário Dia Internacional Contra a Corrupção, organizado pelo Fórum Permanente de Combate à Corrupção de Sergipe (Focco/SE) em alusão à data que leva o nome do evento e é mundialmente celebrada no dia 9 de dezembro. Estiveram presentes o assessor executivo, Antônio Álvaro, representando o secretário-chefe, Eliziário Sobral, que por motivos de saúde não pode comparecer, o diretor de gestão estratégica, Roberto da Costa, e os funcionários Allan Sales e Eduardo Almeida.

O seminário, que ocorreu no auditório do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, contou com apresentações de representantes dos órgãos de controle atuantes no Fórum, com destaque para ações desenvolvidas em Sergipe visando combater o desvio de recursos públicos.

Responsável pela coordenação o evento, o procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), João Augusto Bandeira de Mello, elogiou o momento de integração entre os órgãos. "A luta contra a corrupção é uma luta contínua e constante, uma preocupação grande da população. Estamos aqui também ouvindo aos anseios da sociedade para que o combate a corrupção seja intensificado e que os recursos públicos sejam melhores aplicados, em prol da sociedade sergipana", observou.

Painéis e a participação da CGE

O conteúdo programático do seminário estava dividido em três temas. “A atuação do Ministério Público no Combate à Corrupção”, “Controle Interno e Controle Externo na Prevenção à Corrupção” e “Combate ao Crime de Corrupção”.

À CGE, através do assessor executivo, Antônio Álvaro, coube apresentar o segundo, juntamente com as palestras do analista de controle do TCE, Fernando Marcelino; do auditor federal do Tribunal de Contas da União, Elman Fontes; e da auditora da Controladoria-Geral da União, Flávia Santana.

Álvaro explicou a implantação das Unidades de Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Estadual, detalhando sobre a maior integração dos órgãos e entidades, acompanhamento tempestivo dos atos administrativos; monitoramento dos programas e ações institucionais; e monitoramento da transparência e do Acesso à Informação.

“É uma honra e, ao mesmo tempo, um desafio ter que substituir o secretário-chefe Eliziário. Agradeço imensamente também ao Dr. Bandeira e ao colega Fernando Marcelino pela parceria. Eles foram de extrema importância para que o nosso trabalho se concretizasse”. Para ele, o tema corrupção é atual e relevante, e “para a sua erradicação, temos que mudar a cultura da mentira para a do exemplo”, concluiu Álvaro.

Focco/SE

Criado em 2015, o Fórum é formado por representantes dos Ministérios Públicos Federal, Estadual e Especial de Contas, Tribunais de Contas da União e do Estado, além das Controladorias-Gerais da União e do Estado, e da participação da Polícia Civil do Estado de Sergipe. As instituições atuam de forma integrada na busca de práticas uniformes para o diagnóstico, prevenção e repressão à corrupção.

registrado em:
Fim do conteúdo da página